24 de outubro de 2021

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Educar para Trabalhar cria oportunidades para ingresso de estudantes no mundo do trabalho

[ad_1]

Educar para Trabalhar
Foto: SEC

São muitas as expectativas de futuro para os estudantes que estão fazendo os cursos ofertados pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), por meio do programa Educar para Trabalhar. Nesta segunda entrada, 11.900 estudantes foram contemplados em 43 cursos na modalidade Educação à distância (EAD), de Formação Inicial e Continuada (FIC), de 10 eixos tecnológicos. A oferta beneficia os estudantes já matriculados que fazem cursos técnicos ou o Ensino Médio (1°, 2° e 3° e 4º ano) e também egressos da rede estadual, compreendendo 200 mil vagas em 2021.

Aluno do curso ‘Programador web’, Neidson Maciel de Oliveira pretende seguir carreira. “O curso está sendo ótimo, já sabia muitas coisas antes de iniciar, porém a cada aula compreendo uma forma e uma abordagem diferente de como executar o desenvolvimento de projetos e colocar em prática. A área de Tecnologia e Desenvolvimento está crescendo em um ritmo muito bom e serão necessários mais profissionais capacitados para preencher vagas e iniciar seus próprios negócios, como é o meu objetivo. Espero estar logo atuando”, afirma.

As vagas são oferecidas nos 27 Territórios de Identidade da Bahia, nos eixos tecnológicos de Meio Ambiente e Saúde; Controle e Processos Industriais; Gestão e Negócios; Informação e Comunicação; Infraestrutura; Produção Alimentícia; Produção Cultural e Designer; Produção Industrial; Recursos Naturais; e Turismo, Hospitalidade e Lazer.

Dentre os cursos ofertados estão os de Programador de Dispositivos Móveis; Operador de Tratamento de Águas e Afluentes; Operador em Petróleo e Gás; Assistente de Recursos Humanos; Organizador de Eventos; Assistente Administrativo; Desenhista Mecânico; Padeiro; Confeiteiro; e Vitrinista, entre outros. O Senac, o Senar e o Senai são parceiros da Secretaria da Educação do Estado na execução do programa.

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica do Estado, Ezequiel Westphal, destaca a importância do programa. “O Educar para Trabalhar’ é um programa no âmbito do Estado Solidário, que oferta cursos de qualificação profissional a 417 municípios baianos, proporcionando uma formação profissional para os estudantes e egressos da rede estadual de ensino. O programa tem o objetivo de propiciar a inserção no mercado de trabalho e atender à demanda dos setores produtivos regionais”.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

[ad_2]

Source link

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WhatsApp