27 de outubro de 2021

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Governo do Estado prorroga decreto com medidas contra Covid-19 – Bahia Pra Você

Avenida Tancredo Neves terá desvio no trânsito
Salvador vacina adolescentes com 13 anos sem comorbidades
Saúde recomenda suspensão da vacinação de adolescentes
Rua Henrique Dias é requalificada e recebe Zona 30
Confira a estratégia de vacinação nesta quinta (16)
Governo do Estado busca alternativas para o Cine Glauber Rocha
Nona Gaprindashvili processa Netflix pela série ‘O Gambito da Rainha’
Itaú fecha 17 salas de cinema no Brasil
Capinan briga na Justiça para garantir hemodiálise
Fotógrafa baiana participa de exposição em Portugal
Investigado em esquema de desvio, presidente da Refer é afastado
Leilão dos Correios tem de roupa íntima a videogames
PIB do agronegócio baiano cresce 8,5% no segundo trimestre
Frango fica 40% mais caro com aumento da conta de luz
Petrobras muda contratos de venda de combustível
Governo do Estado apresentou projetos para valorização do boxe
CMB vai rever vídeos da luta de Robson Conceição
Pelé recebe alta da UTI e segue em recuperação no hospital
Juiz admite que prejudicou Robson Conceição
Caboclo pagará R$ 110 mil para arquivar processo de assédio
Salvador vacina pessoas com 21 anos ou mais nesta segunda (16)
PEC do voto impresso é derrubada na Câmara
MEC divulga resultado do Sisu 2021.2
Coquetel reduz em 81% casos sintomáticos de Covid-19 em contactantes
Feriados de 2021 no Brasil e em Salvador
Rui participa da inauguração de ponte do complexo Porto Sul
Anel da Soja, no oeste da Bahia, terá 337 quilômetros recuperados
Transporte intermunicipal retorna neste sábado com 70% da capacidade
São Felipe e Conceição do Almeida recebem investimentos do governo do Estado
Tramo 3 do metrô avança e muda temporariamente operação na Estação Pirajá
O fim da Perícia Médica contra o INSS está próximo?
Pontos relevantes sobre a reforma da previdência
Quem é servidor público pode contribuir para o INSS?
Quem anda limitando o seu sonho advocatício?
A incrível arte de viver a dois
Mãe e filha antivacinas morrem de Covid-19 em menos de 15 dias
Estados Unidos homenageiam as vítimas dos ataques do 11 de Setembro
Escolas do Canadá queimam livros infantis considerados racistas
Canadá abre portas a turistas brasileiros vacinados
Terremoto de magnitude 7,0 atinge Acapulco, no México
Justiça proíbe União de ‘atentar contra dignidade’ de Paulo Freire
Bolsonaro deve desrespeitar regras de Nova York em reunião da ONU
Datafolha: Bolsonaro perde em qualquer cenário
PF faz busca e apreensão na Precisa Medicamentos
Câmara acata decisão do TSE e cassa o deputado Boca Aberta
Médicos falam em renúncia coletiva da câmara técnica da Saúde
Pfizer não foi causa provável de morte de adolescente, diz governo de SP
Bahia registra 637 novos casos e mais 30 óbitos por Covid-19
CIB da Bahia recomenda retomada imediata da vacinação de adolescentes
Anvisa não recomenda parar vacinação de adolescentes
Polícia Militar promove campanha de doação de alimentos
‘Crescer’ atua no desenvolvimento de crianças e adolescentes
Por conta do assédio, Bradesco altera respostas da BIA
Live debate os desafios no combate ao racismo
Arretadas: cinco baianas que fazem história
As medidas contra a pandemia foram estabelecidas de acordo com a taxa de ocupação de leitos de UTI
Publicado
em
Por
O Governo do Estado publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (31) atualização do decreto nº 20.658, prorrogando até 10 de setembro de 2021 todas as medidas estabelecidas na primeira versão do documento, publicado originalmente em 20 de agosto de 2021. As medidas contra a pandemia do novo coronavírus foram estabelecidas de acordo com a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 nos municípios baianos.
A realização de shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes, segue suspensa em todo território do estado da Bahia até 10 de setembro. Até esta data, estão autorizados apenas eventos e atividades com público de até 500 pessoas, como cerimônias de casamento, eventos urbanos e rurais em logradouros públicos ou privados, circos, parques de exposições, solenidades de formatura, passeatas, funcionamento de zoológicos, museus, teatros e afins.
Nos municípios integrantes de Regiões de Saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 se mantiver superior a 50%, por cinco dias consecutivos, os eventos e atividades devem acontecer com público de até 100 pessoas. O decreto não estabelece restrição de locomoção noturna, medida que também não estava estabelecida na versão original do decreto.
Acesse aqui o decreto.

Saúde prevê alta de casos e internações em setembro
Fiocruz recebe lote de IFA para produzir 4,7 mi doses
Médicos falam em renúncia coletiva da câmara técnica da Saúde
Pfizer não foi causa provável de morte de adolescente, diz governo de SP
Bahia registra 637 novos casos e mais 30 óbitos por Covid-19
Bolsonaro deve desrespeitar regras de Nova York em reunião da ONU
Mãe e filha antivacinas morrem de Covid-19 em menos de 15 dias
Anvisa não recomenda parar vacinação de adolescentes
Confira a estratégia de vacinação nesta sexta (17)
Investigado em esquema de desvio, presidente da Refer é afastado
O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Caso o ministério não mude de posição na interrupção da vacinação contra Covid-19 de adolescentes de 12 a 17 anos
Publicado
em
Por
Integrantes da Câmara Técnica do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, cogitam deixar a comissão caso a pasta não mude de posição na decisão de interromper a vacinação contra Covid-19 de adolescentes de 12 a 17 anos.
Em uma reunião virtual ocorrida nesta sexta-feira (17), os especialistas e membros de sociedades e conselhos de medicina que compõem a câmara, além de representantes das secretarias estaduais e municipais de saúde rechaçaram de forma unânime a decisão do ministro Marcelo Queiroga de parar a vacinação.
Segundo relatos de participantes da reunião, eles querem que o ministério se manifeste publicamente que a câmara não foi consulta na decisão pela suspensão e que discorda da decisão. Também exigiram que o ministério retome a vacinação deste grupo etário.
Um dos presentes defendeu que a nota fosse divulgada já no fim de semana, a fim de diminuir o pânico provocado nos pais de adolescentes e que as dúvidas colocadas pelo ministério não sirvam de argumentos para os movimentos antivacinas.
Na entrevista coletiva para explicar os motivos da interrupção da vacinação, o ministro Queiroga citou um caso de uma adolescente veio a óbito após ser vacinada com uma dose da Pfizer. Ele mesmo admitiu que não sabia se o fato tinha relação com o imunizante, mas enfatizou riscos de miocardite em vacinados.
Nesta sexta-feira, porém, o governo de São Paulo afastou a possibilidade de que a causa da morte da jovem tenha relação com a vacina. Segundo o laudo da secretaria da Saúde do estado, a morte da adolescente está relacionada a uma doença autoimune que ela tinha, a púrpura. “Tal caso não pode ser usado como sinal de segurança, muito menos ser justificativa para alterar a estratégia de vacinação”, diz a nota da secretaria paulista.
O ministério foi representado na reunião por Rosana Leite de Melo, secretária extraordinária de enfrentamento à Covid-19, que se comprometeu a levar as queixas ao ministro Queiroga.
Segundo relatos dos presentes, o encontro foi tomado pelas críticas dos membros da câmara técnica, que Queiroga ignorou ao decidir pela suspensão. Em entrevistas, ele tem dito que o órgão é consultivo e que não tem a obrigação de ouví-lo.

A jovem morreu no último dia 2 deste mês, sete dias após receber o imunizante
Publicado
em
Por
A Secretaria de Saúde de São Paulo concluiu nesta sexta-feria (17) que a vacina Pfizer não foi a provável causa da morte da adolescente de 16 anos, que morreu em São Bernardo (SP), mas sim, uma doença autoimune denominada Púrpura Trombótica Trombocitopênica (PPT).
A jovem morreu no último dia 2 deste mês, sete dias após receber o imunizante contra o Covid-19. O governo Jair Bolsonaro invocou o caso e decidiu suspender a orientação sobre vacinar adolescentes de 12 a 17 anos contra o coronavírus. A decisão não passou pelas equipes de especialistas do Programa Nacional de Imunização e da Câmara Técnica.
A recomendação contra a vacinação dos adolescentes ainda foi reforçada pelo próprio ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que chegou a dizer que as mães não deveriam levar “suas crianças” para vacinar “sem autorização da Anvisa”. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no entanto, manteve a orientação para imunizar jovens de 12 a 17 anos com a Pfizer.
Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde disse que o óbito da moradora de São Bernardo do Campo foi divulgado na quinta-feira “de forma intempestiva” pelo Ministério da Saúde em coletiva de imprensa. A análise feita por 70 profissionais, entre especialistas em hematologia, cardiologia e infectologia, será submetida à Anvisa.
“A PTT é uma doença autoimune, rara e grave, normalmente sem uma causa conhecida capaz de desencadeá-la, e não há como atribuir relação causal entre PTT e a vacina contra COVID-19 de RNA mensageiro, como é o caso da Pfizer”, diz a nota.
O órgão ainda acrescentou que pessoas com histórico de doenças autoimunes, ou seja, causadas por autoanticorpos, podem receber as vacinas contra Covid-19 disponíveis no país.
Depois do Ministério da Saúde suspender a orientação de vacinação de adolescentes sem comorbidades contra a Covid-19, a Anvisa emitiu comunicado em que diz não ver razão para mudar as condições aprovadas pelo órgão para a vacina da Pfizer.

A Bahia já vacinou 9.499.829 pessoas contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose ou dose única
Publicado
em
Por
Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 637 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,05%) e 441 recuperados (+0,04%). O boletim epidemiológico desta sexta-feira (17) também registra 30 óbitos. Apesar de as mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram realizados hoje. Dos 1.228.507 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.199.430 já são considerados recuperados, 2.335 encontram-se ativos e 26.742 tiveram óbito confirmado. Os dados ainda podem sofrer alterações devido a instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.
boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.524.295 casos descartados e 233.995 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira. Na Bahia, 51.968 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.
A Bahia já vacinou 9.499.829 pessoas contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose ou dose única. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas.

Leilão dos Correios tem de roupa íntima a videogames
Confira a estratégia de vacinação nesta quinta (16)
Investigado em esquema de desvio, presidente da Refer é afastado
Saúde recomenda suspensão da vacinação de adolescentes
© 2021 Bahia Pra Você | Contato Comercial

source

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WhatsApp