23 de outubro de 2021

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Mulheres indígenas participam de curso de doces e compotas

Foto; divulgação

Vinte e cinco empreendedoras indígenas participaram, nesta quinta-feira (7), do curso de doces e compotas no distrito de Olivença, em Ilhéus. A iniciativa do Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Litoral Sul contemplou as participantes com formação para geração de renda, possibilitando aprimorar conhecimentos para desenvolver produtos de excelência.

Publicidade

Para o coordenador do Cesol Litoral Sul, Thiago Fernandes, a ação impacta diretamente na vida das mulheres, incentivando a geração de renda e o empoderamento feminino. “Estamos promovendo cada vez mais a autoafirmação dos povos originários, os primeiros donos dessa terra. Ter um grupo de mulheres Tupinambás, que busca aprender mais sobre o beneficiamento e comercialização das frutas que já lidam no dia a dia dentro da Mata Atlântica, é motivo de muita alegria porque vemos que as políticas públicas de economia solidária têm atingido todos os públicos do território”, avalia.

Baixe nosso aplicativo

Cesol

É um equipamento de política pública da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) que promove a sustentabilidade dos empreendimentos econômicos solidários, através da oferta da assistência técnica socioprodutiva, valorizando o conhecimento e as potencialidades locais para que grupos, associações e cooperativas tenham a capacidade de organização, numa perspectiva de autogestão pautada nos princípios da economia solidária e cooperativismo. (Secom)

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WhatsApp