28 de outubro de 2021

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Prefeitura de Madre de Deus segue em silêncio sobre calote de mais de R$ 1 milhão em IBDS: “Não dizem nada”

Prefeitura de Madre de Deus

Foto; reprodução (Madre Sem Média

A Prefeitura de Madre de Deus segue em silêncio sobre a dívida com o Instituto Baiano para Desenvolvimento da Saúde (IBDS), de acordo com responsáveis o valor total supera a marca de mais de R$ 1 milhão.

Um dos responsáveis informou que apesar do tempo a secretária de saúde, Stela Souza, ainda não deu sinal de quando o valor será pago ao instituto.

O Madre Sem Média tentou por diversas vezes falar com a secretária, mas até o momento não obteve resposta.

A secretária não cumpriu com a palavra, nem com o termo de comprometimento, assinado por ela e pelo Controlador Geral do Município, Lucas Mollicone, que prévia que a primeira parcela da dívida seria paga a IBDS no mês de abril. Contudo, o pagamento da IBDS, segue retido na COGEM, sem qualquer previsão ou resposta para positiva para o instituto.

Além disso, Stela Souza, é rotulada nas redes sociais como “uma das piores secretárias do município”.

O vereador Adailton do Suape (PCdoB) destacou na semana passada as reportagens do Madre Sem Média sobre o calote na IBDS e relatou que secretária de saúde que nunca aparece na cidade e que trouxe vários funcionários de fora para ocupar vagas que poderiam ser de pessoas da comunidade.

Nesta terça-feira (22), o parlamentar apontou que esse novo contrato celebrado para administração do hospital de Madre de Deus piorou os serviços na unidade.

Ele voltou a frisar que a secretaria de saúde utilizou os serviços da IBDS, mas não pagou ao instituto.

“Pelo amor de Deus, aonde é que cabe dentro de 9 meses de um mandato, quatro contratos emergenciais”, reclamou o parlamentar que chamou a atenção do prefeito Dailton Filho (PSB) sobre possíveis riscos processuais no futuro.

O Hospital ao invés de melhorar piorou. Além de baixar o salário: Alimentação? Esqueça! Quem estava lá, era o amigo Jussa, mas está saindo. O café da manhã está horrível, almoço horrível, redução de salário, a situação é a pior possível. Como é que maltrata tanto nosso povo assim?’, questiona o vereador.

Durante a sessão, o parlamentar destacou que a secretária precisa prestar esclarecimentos na Câmara.

O vereador Marden Lessa (PSB) reforçou a declaração de Adailton e disse que um dos pontos que a secretária precisa esclarecer é a redução dos salários de funcionários da unidade.

Eu não vou me furtar de falar aquilo que falei no governo de Jeferson e que serei incansável de falar no governo de Dailton Filho. Eu não consigo compreender, nem entender que mexer no pequeno será uma política pública para ser feita”, disse.
O vereador acrescenta que não consegue entender que aqueles criticaram o ex-prefeito Jeferson, quando ele reclamou: “Não conte comigo pra isso”. (Madre Sem Média)

O BP tentou entrar em contato com a prefeitura de Madre de Deus, más nossas ligações não foram atendidas até a publicação desta matéria.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WhatsApp