5 de dezembro de 2021

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Casal está foragido após mandado de prisão por transmissão ao vivo de cenas de sexo

Foto; divulgação (PC)

Nesta segunda-feira (08), a Polícia Civil da Bahia, através da Delegacia Territorial de Brumado, deflagrou a “Operação Vivere” e cumpriu mandado de busca e apreensão em uma residência situada na Lagoa Funda, zona rural de Brumado, onde um casal transmitiu ao vivo pelo aplicativo Instagram cenas de sexo e estupro, fato ocorrido no dia 24 de outubro do corrente ano. As investigações concluíram que o casal praticou os crimes de: estupro de vulnerável coletivo; instigar e auxiliar outra pessoa ao uso indevido de droga ilícita; e divulgação de cena de estupro de vulnerável e cena de sexo, cujas penas mínimas somadas ficam em torno de 12 anos de prisão. Segundo informou a 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) ao site Sudoeste, restou comprovado que a vítima não teve o necessário discernimento para decidir pela prática de ato sexual que foi transmitido ao vivo por uma “live” no perfil de Instagram de um dos autores do crime, que posicionou a câmera do celular propositalmente para onde o estupro ocorreu, agindo de forma premeditada. Durante a busca, a Polícia Civil e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) apreenderam objetos que apareceram durante a “live”, computadores, passaporte e substâncias que serão periciadas para constatar se é droga ilícita. Fotos do ângulo que ocorreu a “live” foram capturadas, comprovando que aquele foi o mesmo local onde foi transmitida a cena de estupro. Diante das provas coletadas, foi representado pela prisão preventiva do casal, o que foi decretado pelo Poder Judiciário. O casal está foragido. (Achei Sudoeste)

Baixe nosso aplicativo

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WhatsApp