5 de dezembro de 2021

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Leitos de urgência e emergência continuam lotados em Camaçari

Foto; reprodução (Destaque 1)

A Secretaria de Saúde de Camaçari informa que a situação da ocupação dos leitos de urgência e emergência em Camaçari continua crítica apesar da Secretaria de Saúde da Bahia ter realizado a transferência de 23 pacientes desde a sexta-feira (12/11) até a manhã da terça-feira (16/11). Atualmente há 23 pacientes na tela para Central de Regulação Estadual transferir para um hospital de referência.

Diretora de Controle e Regulação do SUS, Elba Brito explica que, “na última sexta-feira fizemos, durante a reunião do Comitê Intergestor Bipartite (CIB), outro pedido à Sesab para transferência dos pacientes de Camaçari, pois tínhamos 41 pacientes na tela da regulação estadual. Tivemos nosso pedido atendido e já foram transferidos 23 pacientes. Contudo, ainda temos 21 pacientes internados nas nossas unidades de urgência e emergência aguardando a regulação. E isso impacta diretamente no atendimento de novos pacientes nas UPAs e PAs da cidade”.

Atualmente há 18 pacientes na UPA da Gleba A, onde 13 destes estão na tela da regulação. Na UPA de Arembepe são seis pacientes internados e todos aguardando transferência. No PA Dr. Artur Sampaio, em Vila de Abrantes, há cinco pacientes internados e quatro aguardando a transferência. Na UPA Pediátrica há apenas uma criança internada aguardando a transferência. Apenas no PA de Monte Gordo que não há pacientes internados e nem na tela da regulação. Todos estes pacientes aguardam pela regulação estadual conseguir vagas em hospitais de referência para serem transferidos.

A Sesau explica que a demora na regulação impacta diretamente no atendimento de nossos pacientes. “Se não tivermos leitos livres nas UPAs e PAs não há como receber novos pacientes. E isso acaba interferindo na demora do atendimento também. Uma vez que a equipe precisa dedicar atenção também a um volume maior de pacientes internados. Nossa equipe da regulação municipal está em contato constante com a regulação estadual para conseguir transferir esses pacientes com a maior celeridade possível e assim aliviar as novas unidades”, afirma Elias Natan, secretário de Saúde de Camaçari. (Ascom/ Sesau)

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
WhatsApp