26 de junho de 2022

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Organização Iniciativa Negra é eleita para integrar Conesp

Votação ocorreu nesta quarta-feira (16), no Centro de Operações e Inteligência (COI) da Secretaria da Segurança Pública

Foto; Marcia Santana

A Organização Iniciativa Negra por uma Nova Política Sobre Drogas (INNPD) foi eleita na manhã desta quarta-feira (16) para integrar o Conselho Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Conesp). A votação ocorreu no Centro de Operações e Inteligência (COI) da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

A INNPD, por meio do historiador Eduardo Ribeiro dos Santos e da suplente Ana Caroline Ribeiro dos Santos, representará a sociedade civil durante o período de 01 de junho de 2022 a 30 de maio de 2024 e, junto, com os demais conselheiros de órgãos públicos e entidades de segurança , definidos em outras fases de escolha, atuarão traçando e acompanhando ações e atividades relacionados à segurança pública e defesa social.

“Agora temos com integrante uma entidade civil bastante representativa e isso é muito importante para gente. Entendemos que a participação de todos para esse processo de construção por uma sociedade cada vez melhor é essencial”, pontuou o secretário em exercício, delegado Hélio Jorge Paixão.

Uma nova eleição será realizada no segundo semestre de 2022 para eleger mais uma entidade da sociedade civil de forma que as duas vagas sejam preenchidas. Os interessados em concorrer devem acessar o Sistema Eletrônico de Informações do Estado da Bahia (SEI) e criar um login como usuário externo. Todo processo de início de inscrição e envio de documentação será realizado por meio do sistema.

“É um desafio para a nossa organização estar nesse espaço, e esperamos que a participação da sociedade civil seja escutada e, em breve, ampliada. A nossa intenção é colaborar com a melhoria das políticas de segurança pública”, pontuou Eduardo Ribeiro, representante da INNPD.

Também participaram do evento o comandante-geral da PM, coronel Paulo Coutinho, a delegada-geral, Heloísa Brito, o diretor-geral do Departamento de Polícia Técnica, Edson Reis, além de representantes do Tribunal de Justiça, da Organização dos Advogados da Bahia (OAB) e da entidade Força Invicta. (Ascom)