28 de junho de 2022

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Gilvan acompanha titular da Sedur durante agenda ambiental em Brasília

Gilvan acompanha titular da Sedur durante agenda ambiental em Brasília

Foto divulgação

Sustentabilidade tem sido a palavra de ordem em todo o mundo. Aliar o desenvolvimento econômico com a proteção ambiental é um desafio que a atual gestão do município de Camaçari assumiu nos últimos anos, integrando as atividades industriais, imobiliárias e turísticas, com as ações de recuperação e proteção ambiental. O fortalecimento das políticas públicas para o setor foi pauta de uma reunião realizada no Ministério do Meio Ambiente, em Brasília, entre a diretora do Departamento de Ecossistemas (DECO), Julie Messias e Silva, a titular municipal de Meio Ambiente, Andrea Montenegro, o vereador Gilvan Souza e a Secretária da Habitação, Vivian Angelim.

Durante a visita, a gestora da Sedur conheceu o Programa Nacional de Florestas (PNF), criado em 2000, com o objetivo de articular as políticas públicas setoriais para promover o desenvolvimento sustentável, conciliando o uso com a conservação das florestas brasileiras. O programa é constituído de projetos que são concebidos e executados, de forma participativa e integrada, pela União, os governos estaduais, distrital e municipais, além da sociedade civil organizada. A articulação é feita pelo MMA.

“Estou muito lisonjeada em ter sido recebida pela Julie, uma profissional de excelência, Mestranda em Mudanças Climáticas. O programa é muito interessante, saio desse encontro bastante animada, e cheia de novas ideias para implantarmos em nossa cidade. Aproveitei e apresentei o Reflora Camaçari e falei um pouco sobre a nossa luta pela recuperação das Dunas de Abrantes e Jauá”, celebrou a secretária Andréa. Na oportunidade, a titular da Sedur também apresentou a demanda da Prainha de Parafuso, que necessita de revitalização, mas está localizada em uma área pertencente a União.

A urbanização do canal de Vila de Abrantes e criação de uma ciclovia unindo os bairros de Abrantes, Jauá e Areias foi uma das solicitações do vereador Gilvan Souza, que pediu uma visita técnica do Ministério do Meio Ambiente. “São ações que necessitam de anuência e aporte financeiro federal. Aproveitei para solicitar uma visita técnica na cidade para discutir esses e outros temas de interesse local e regional com o ministério. O desenvolvimento econômico do município e uma melhor qualidade de vida para a população dependem do ordenamento e da gestão ambiental sustentável”, afirma. (Ascom)