28 de junho de 2022

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Camaçari; Sema e Sedur fazem reunião de alinhamento sobre proteção ambiental

Camaçari; Sema e Sedur fazem reunião de alinhamento sobre proteção ambiental

Foto divulgação

Cercado de recursos naturais, o município de Camaçari reúne praias, rios, aquíferos, dunas e extensas áreas de vegetação nativa. No entanto, o crescimento desordenado e ausência de fiscalização deixaram uma enorme lacuna para as públicas de proteção e gestão ambiental. Essa demanda tem sido atendida nos últimos anos com a definição de legislações ambientais municipais para o setor, medidas de proteção, programas de requalificação e ações de educação ambiental.

A ampliação dessas medidas e criação de novas iniciativas tem sido uma pauta recorrente de cooperação técnica entre a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Camaçari (Sedur) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Dando continuidade na pauta, o vereador Gilvan Souza se reuniu na tarde de terça-feira (18/5), com as titulares das pastas de Meio Ambiente, Márcia Telles (Sema) e Andrea Montenegro (Sedur); a diretora Administrativa e Financeira do INEMA, Daniella Fernandes e os assessores técnicos da Sedur, Alana Athayde e João Leal.

Atendendo aos pedidos da comunidade e do legislativo, a Sedur consultou os órgãos ambientais do Estado sobre as orientações e condicionantes para revitalização do entorno da Prainha de Parafuso. O projeto será discutido com a Embasa para análise técnica da faixa de interesse público. “Minha maior intenção é no sentido de revitalização para atender a comunidade e como medida preventiva para que não haja mais ocupação”, explica Andrea Montenegro.

Os grupos de ciclismo do município também foram comtemplados na pauta com a discussão sobre a revitalização do Anel Florestal, conhecido como cinturão verde. Para o local, a Sedur prevê a identificação das trilhas para ciclismo, plantio de árvores e instalação de mirante. Considerando que a intervenção não altera a finalidade do anel florestal, a pasta municipal espera receber uma sinalização positiva do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari – Cofic, responsável pela gestão da área.

Na oportunidade, os representantes do município tiveram informações sobre a participação do Estado nos estudos sobre o clima e na formulação do Plano Estadual de Inventário dos Gases do Efeito Estufa. “Ele trata de setores específicos que atingem diretamente Camaçari, que são a indústria, agricultura, saneamento e geração de energia. Todos esses setores foram fundamentais para estabelecer o inventário. Com isso, estamos trabalhando para montar o Plano Estadual de Mudanças Climáticas”, compartilhou Márcia Telles.

Para o vereador Gilvan Souza, essa interlocução entre Estado e Município representa um grande passo para garantir o crescimento ordenado e sustentável do município. “A Sema e a Sedur têm a mesma visão e prioridades sobre a gestão ambiental do município. Essas agendas estão nos ajudando a criar pautas conjuntas, alinhar as ações e soluções. O que está sendo discutido aqui influencia na vida de toda a cidade, são essas iniciativas que vão definir qual modelo de desenvolvimento e índice de qualidade de vida teremos nos próximos anos”, conclui. (Ascom)

 

Siga o Bahia Política no Instagram (clique aqui)

Baixe nosso aplicativo (clique aqui)

Bahia Política no YouTube (clique aqui)

Canal do Bahia Política no Telegram (clique aqui)

Grupo Bahia Política no Telegram (clique aqui)