17 de agosto de 2022

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Diretor do Conjunto Penal pede exoneração do cargo

Feira: Diretor do Conjunto Penal pede exoneração do cargo

Foto; Aldo Matos/ Acorda Cidade

O diretor do Conjunto Penal de Feira de Santana pediu exoneração do cargo. A decisão saiu no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (31). Ao Bahia Notícias, o major Allan Araújo informou que a decisão foi do comando geral da Polícia Militar da Bahia e que vai aguardar o que a corporação vai decidir. “Foi um processo natural. Agora, é aguardar as novas diretrizes da PM-BA”, declarou.

O oficial considerou a sua passagem pela direção da unidade prisional como positiva. O major também emitiu uma nota para agradecer a ajuda que recebeu durante a gestão. Araújo estava à frente do Conjunto Penal desde 2016.

“Hoje se encerra um ciclo, a oportunidade proporcionada de aprendizado na função mais desafiadora que exerci e deixará pra mim um legado muito importante que levarei para o resto da vida: A sensação de dever cumprido e o sentimento de gratidão por todos que fizeram parte desse processo. Gratidão pelo apoio nos progressos conquistados nos desafios que foram postos nesses seis anos, nos quais busquei desenvolver o trabalho a mim confiado de maneira técnica, tendo como foco na responsabilidade com a coisa pública e nos valores conferidos pelos meus pais, o Senhor Aldemir e Senhora Lívia Araújo, com os quais durmo e acordo na mais sublime paz”, escreveu.

Assume a direção do presídio no lugar do major, o policial penal José Freitas Júnior. No mesmo diário foi também exonerado a pedido o atual diretor adjunto, Roque de Jesus Carvalho. (Bahia Notícias)

Acompanhe o Bahia Política pelo aplicativo, siga também nossas redes sociais;  Youtube, também estamos no IntagramFacebookTwitter e Telegram.