4 de julho de 2022

Bahia Política

Sem Meias Verdades

Presidente inaugura Vice-Consulado do Brasil em Orlando

Chuva forte deixa 24 municípios baianos em situação de emergência

O presidente Jair Bolsonaro participou hoje (11) da cerimônia de inauguração do Vice-Consulado do Brasil em Orlando, na Florida, Estados Unidos. A representação consular vai atender os brasileiros que vivem na região e turistas, com serviços como concessão de passaportes, registros civis e atendimento em casos de emergências.

“Esse nosso pedaço do Brasil faz um bem enorme para os nossos irmãos que estão por aqui, porque eles procuram os mais diversos serviços e por vezes tem que viajar dezenas, às vezes centenas de quilômetros para ter os seus problemas resolvidos”, disse Bolsonaro durante a inauguração.

O presidente viajou na quinta-feira (9) aos Estados Unidos, onde participou da Cúpula das Américas em Los Angeles. Na ocasião, ele se encontrou com o presidente norte-americano, Joe Biden. Esta foi a primeira reunião bilateral desde que Biden chegou ao poder, em janeiro de 2021.

“Eu confessei para o Jon Biden que, desde criança, sempre admirei o povo americano. Temos muita identidade, em especial na questão de valores, no tocante à liberdade”, disse. Ele citou a liberdade de religião e de expressão, “o bem maior que um povo pode ter”.  “Liberdade na sua forma mais ampla possível”, acrescentou.

Durante a cerimônia, Bolsonaro esteve acompanhado dos ministros das Relações Exteriores, Carlos França e da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres e do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Consulado

De acordo com o Itamaraty, o Vice-Consulado ficará subordinado ao Consulado-Geral em Miami e deve atender os cerca de 180 mil brasileiros que moram na região.

Bolsonaro realizou a primeira entrega de documentação, um passaporte para uma criança brasileira de sete anos, que nasceu em Orlando.

Segundo o chanceler, além do vice-consulado em Orlando, o Itamaraty abrirá outras quatro repartições. São os Consulados-Gerais do Brasil em Chengdu (República Popular da China), Edimburgo (Reino Unido da Grã Bretanha e Irlanda do Norte) e Marselha (República Francesa) e um vice-consulado em Cusco (Peru).

“Isso significa mais atenção à comunidade brasileira no exterior, ao turista brasileiro quando visita outros países. Aqui ele tem um ponto de apoio, é um pedaço do Brasil no exterior”, disse França. “Espero que esse ato possa se repetir nos próximos anos, há uma comunidade brasileira no exterior cada vez maior”, afirmou o chanceler.

Agência Brasil