Ator Tom Veiga morreu em consequência de aneurisma cerebral


O ator e humorista Tom Veiga, intérprete do Louro José, morreu em consequência de um aneurisma cerebral, que se rompeu e provocou um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro, a conclusão é do Instituto Médico Legal (IML), para onde o corpo do ator foi levado ontem (1º).

“De acordo com informações do Instituto Médico Legal (IML), a causa da morte do ator foi um aneurisma cerebral. Segundo os peritos do IML, normalmente o rompimento de aneurismas está relacionado a patologias como hipertensão arterial, podendo haver alterações congênitas que predisponham a essa condição”, informou, em nota, a secretaria. O laudo ainda é preliminar.

O ator foi encontrado morto, por amigos, na tarde de ontem, na casa em que morava em um condomínio da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. Tom Veiga, de 47 anos, deixou quatro filhos.

O velório foi marcado para amanhã (3) em uma cerimônia reservada para a família e amigos. O enterro será na quarta-feira (4) em São Paulo, estado onde o ator nasceu.

Hoje (2), a apresentadora Ana Maria Braga que trabalhou por 25 anos com Tom Veiga, resolveu fazer o seu programa na TV Globo para prestar uma homenagem ao amigo. Ao vivo e muito emocionada, Ana Maria disse que não perdeu só o Tom, um grande amigo, com quem nunca brigou, mas com ele foi junto o Louro José. “Não podia deixar de estar aqui, moída por dentro e deixar todos os que amam, o Louro sem esta última homenagem ao amigo, companheiro de trabalho, fantástico”, disse, completando, que os dois eram confidentes um do outro.



Fonte