Dois ciganos envolvidos na morte de policiais morrem em confronto com a PM

Mais dois, dos seis ciganos envolvidos na morte do tenente Libarino e soldado Brito na manhã de terça-feira, (13/7), na zona rural de Vitória da Conquista foram mortos em confronto com guarnições da CIPE Central e PM de Maracás na manhã desta quarta-feira (14/7).

Segundo a PM, os policiais da Cipe, em apoio ao efetivo da 93ª, realizavam bloqueio na cidade de Itiruçu, quando viram um veículo em atitude suspeita, que tentou fugir da barreira policial.

Leia também; Polícia Federal combate em 3 estados venda maconha pela internet.

A polícia disse ainda que houve o acompanhamento e, ao tentar abordar o veículo, os suspeitos fugiram para uma estrada de terra, já na zona rural, e atiraram na direção dos policiais, havendo confronto.

Os suspeitos foram socorridos para o hospital de Itiruçu, onde foram confirmadas as mortes e posteriormente identificados como sendo os irmãos ciganos Arlan da Silva Matos e Dalvan da Silva Matos.

Agora já se contabiliza três mortos, o primeiro morreu horas após o crime e foi identificado como Ramon da Silva que morreu em confronto com a polícia no bairro Lagoa das Flores.

De acordo com a PM o grupo era formado por seis homens, portanto, outros três estão sendo procurados. (Fala Genefax)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on print
Print

Relacionado Posts

NOAR
Open Popup
Whatsapp do Bahia Política