Justiça impugna candidatura a reeleição de vereador

Divulgação/ TSE

A juíza Biana Gomes da Silva, da 171ª Zona Eleitoral de Camaçari, indeferiu o registro da candidatura a reeleição do vereador José Marcelino (PT). A decisão, datada deste domingo (18), se baseia na Lei da Ficha Limpa, já que o vereador teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM). O pedido de impugnação foi feito pelo também candidato ao mesmo cargo, Jameson da Silva, do PSL. Com a decisão, o vereador, que está no 3º mandato, deve recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Publicidade

Marcelino, que presidiu o Legislativo  Municipal no biênio 2015/2016, teve  suas contas reprovadas pelo TCM  por contratação, sem licitação em 2016, de empresas para serviços de assessoria e consultoria técnica para assuntos contábeis, fiscais e jurídicos, no valor de R$ 528,8 mil. O vereador também foi incluído na lista do TCM por deixar para o sucessor despesas da sua gestão sem a devida reserva financeira, ficando assim enquadrado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

A informação sobre a inclusão do vereador na lista dos 1.149 gestores municipais baianos, postada pelo Camaçari Agora (Confira), também incluía o ex-vereador e presidente do Legislativo, Zé de Elísio, e o ex-prefeito do município entre 2013/2016, Ademar Delgado (Sem partido).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here