São Paulo, Vasco e Bahia conhecem adversários


Os representantes do Brasil na Copa Sul-Americana conheceram nesta sexta-feira (23) seus adversários da segunda fase. O São Paulo enfrentará o Lanús (Argentina). O Vasco terá pela frente o Caracas (Venezuela). Já o Bahia medirá forças com o Melgar (Peru).

Os confrontos foram sorteados na sede da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), na cidade de Luque (Paraguai). A competição é disputada em formato mata-mata, com jogos de ida e volta. Entre os brasileiros, os tricolores paulista e baiano serão mandantes na segunda partida.

O São Paulo é um dos 10 times que entram na Sul-Americana por terem sido eliminados da Libertadores. O Tricolor ficou em terceiro no grupo D, atrás de River Plate (Argentina) e LDU (Equador). O Lanús disputa a Sul-Americana desde a primeira fase, superando o Universidad de Quito (Equador) na etapa anterior. Se avançarem, os paulistas encaram o ganhador de Audax Italiano (Chile) e Bolívar (Bolívia) nas oitavas de final.

Vasco e Bahia, além do Melgar, rival do Tricolor de Aço, também já estavam na Sul-Americana. O time cruzmaltino deixou para trás o Oriente Petrolero (Bolívia), enquanto os baianos eliminaram o Nacional (Paraguai). Os peruanos desclassificaram o Nacional Potosí (Bolívia). Adversário vascaíno, o Caracas veio da Libertadores como terceiro colocado do Grupo H, o mesmo de Boca Juniors (Argentina) e Libertad (Paraguai).

Se avançar, o Gigante da Colina enfrenta o vencedor de Defensa y Justicia (Argentina) e Sportivo Luqueño (Paraguai). O Bahia, em caso de classificação, mede forças com quem passar entre Emelec (Equador) e Unión Santa Fé (Argentina). Cariocas e baianos podem se encontrar nas quartas de final. O São Paulo só encara um deles se chegar à decisão, prevista para janeiro do ano que vem.

O Brasil iniciou a Sul-Americana com outros quatro times. Atlético-MG, Goiás, Fortaleza e Fluminense acabaram eliminados, respectivamente por Unión Santa Fé, Sol de América (Paraguai), Independiente (Argentina) e Unión La Calera (Chile).





Fonte