22 de fevereiro de 2024

Bahia Política

Sem meias verdades

Dentista morto em Salvador omitiu da família que sofreu golpe

Foto; Redes Sociais

O pai do dentista Lucas Maia de Oliveira, cujo corpo foi encontrado em seu apartamento no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, revelou que desconhecia o fato de seu filho ter sido vítima do golpe conhecido como “Boa noite, Cinderela” cerca de um ano antes. No episódio anterior, Lucas foi dopado, permanecendo desacordado por dois dias, enquanto ladrões roubavam seus pertences pessoais e seu carro.

“Ele não me contou sobre essa situação, acabei de descobrir. Eu não estava ciente dessa última situação que aconteceu com ele; às vezes, os filhos omitem coisas para não preocupar os pais. Descobri isso agora, mas aconteceu. Eles o drogaram, roubaram alguns itens do apartamento e levaram o carro, que foi abandonado em Lauro de Freitas. Posteriormente, ele recebeu uma ligação anônima informando a localização do carro, e ele foi buscá-lo”, relatou Lourenço Sampaio em uma entrevista à TV Bahia.

Embora o laudo pericial sobre a morte de Lucas deva ser concluído nos próximos 30 dias, o pai foi informado pela polícia de que, apesar do apartamento estar bagunçado e com objetos quebrados, o corpo do filho não apresentava sinais de violência. A suspeita é que ele tenha sido morto por asfixia. Até a manhã desta terça-feira (28), pelo menos oito pessoas, incluindo familiares e a diarista que possuía as chaves do apartamento de Lucas, já foram ouvidas no caso.

Siga Bahia Política  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram. Faça parte do nosso grupo no WhatsApp se preferir entre em nosso canal no Telegram.