24 de fevereiro de 2024

Bahia Política

Sem meias verdades

Geraldo Júnior e seus ataques e afagos de aliados

Foto; Redes Sociais

O vice-governador Geraldo Júnior (MDB) voltou à cena política nesta quinta-feira (4) com declarações que misturaram elogios e críticas aos seus aliados. Pré-candidato a prefeito de Salvador, ele havia viajado para o exterior para celebrar o ano novo.

Em seu retorno à capital, Geraldo Júnior se reuniu com lideranças do PSB, como a presidente da sigla, deputada federal Lídice da Mata, e o ex-secretário Domingos Leonelli.

“Salvador, nossa cidade-mãe, merece um futuro onde todos são cuidados com amor e carinho. […] nossa cidade, apesar da sua riqueza, hoje enfrenta desafios de desigualdade”, afirmou.

Faça parte do nosso grupo no WhatsApp (Clique aqui)

Quem não poupou o emedebista de críticas foi o presidente da Conder, José Trindade (PSB), que, em entrevista à Salvador FM, questionou a candidatura do vice-governador.

“Uma candidatura que foi escolhida com coordenação de Jerônimo e da base aliada. O que eu vi e acompanhei pela imprensa é que essa unidade ainda existe arestas e serão no momento oportuno aparadas. Mas o que ficou claro naquele momento… uma foto vale mais do que mil palavras e a imagem que ficou aquele dia não foi uma imagem de partidos felizes e entendendo que aquela posição tinha sido a melhor naquele momento. Temos que respeitar a posição do governador e do conselho político, mas a imagem que ficou não é de unidade”, disse.

Trindade era o favorito do ministro da Casa Civil, Rui Costa (PT), para a disputa. Mas foi superado pela estratégia articulada pelo senador Jaques Wagner (PT).

Siga Bahia Política  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram. Faça parte do nosso grupo no WhatsApp se preferir entre em nosso canal no Telegram.