27 de fevereiro de 2024

Bahia Política

Sem meias verdades

Justiça penhora investimentos do líder do MBL por ofensas a jornalista

Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Justiça de São Paulo determinou a penhora de aproximadamente R$ 100 mil em cotas de um fundo de investimentos pertencente a Renan dos Santos, líder do MBL (Movimento Brasil Livre). A condenação refere-se a ofensas dirigidas ao jornalista José Roberto Burnier, da Rede Globo. A decisão, proferida em 18 de janeiro pelo juiz Caio Moscariello Rodrigues, tem como objetivo garantir o pagamento enquanto o valor correto é decidido. Renan dos Santos foi condenado em 2020 a pagar uma indenização de R$ 20 mil, mas Burnier alega que, considerando juros, correção monetária e honorários advocatícios, a dívida seria de cerca de R$ 75 mil. As ofensas ocorreram em 2015, durante a cobertura do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, quando Renan dos Santos chamou Burnier de “canalha” nas redes sociais e o MBL exibiu uma montagem fotográfica difamatória. Burnier alegou que as mensagens eram uma tentativa de intimidação, enquanto Renan dos Santos defendeu estar exercendo seu “direito constitucional de livre exercício do pensamento e de crítica”.

Siga Bahia Política  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram. Faça parte do nosso grupo no WhatsApp se preferir entre em nosso canal no Telegram.