22 de fevereiro de 2024

Bahia Política

Sem meias verdades

PF mira criminosos sexuais que agem contra crianças na Bahia e outros 23 estados

Foto; divulgação

A Polícia Federal (PF) iniciou a Operação Harpia nesta quinta-feira (23), visando a detenção de agressores sexuais de crianças e o resgate de vítimas. Conforme a PF, 44 mandados de busca e apreensão foram cumpridos simultaneamente na Bahia, Distrito Federal e em outros 23 estados. Na capital baiana, viaturas policiais foram destacadas para o bairro São Caetano. Além das ações de busca e apreensão, prisões foram realizadas em todo o país como parte da operação.

O trabalho policial originou-se de uma investigação iniciada na Diretoria de Combate a Crimes Cibernéticos da Polícia Federal, onde ocorreu a análise de denúncias de crimes relacionados ao abuso sexual de menores online.

A PF elaborou relatórios de análise para que as unidades regionais dessem continuidade às investigações, realizando as medidas cautelares em uma operação nacional.

Em termos legais, os investigados podem responder por crimes como armazenamento, compartilhamento e produção de material de abuso sexual infantil, além de estupro de vulnerável.

A Coordenação de Repressão a Crimes Cibernéticos Relacionados ao Abuso Sexual Infantojuvenil – CCASI/CGCIBER/DCIBER/Polícia Federal está encarregada da operação.

Quanto ao nome da operação, “Harpia” refere-se a uma espécie de ave de rapina conhecida por seus olhos atentos e habilidade excepcional na caça, relacionando-se com o objetivo da operação.

Siga Bahia Política  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram. Faça parte do nosso grupo no WhatsApp se preferir entre em nosso canal no Telegram.