27 de fevereiro de 2024

Bahia Política

Sem meias verdades

Governo quer ajuda do Centrão para blindar Lewandowski

Foto: Lula Marques/Agência Brasil

O foco da articulação política do governo brasileiro agora está na sucessão de Flávio Dino na Esplanada. A atenção volta-se para a Comissão de Segurança Pública da Câmara, liderada por Sanderson (PL), que deixará o cargo. O PL pretende indicar Caroline de Toni à CCJ. O governo busca um nome ameno para presidir a comissão, considerando negociações com o Centrão para evitar problemas com Ricardo Lewandowski. Se o PL mantiver o controle, o deputado Alberto Fraga (DF) é uma opção. A preocupação reside na ampla maioria da bancada da bala, de oposição, que pode aprovar projetos prejudiciais à política de Luiz Inácio Lula da Silva. A definição do comando da comissão é crucial, pois ela decide o que vai a votação.

Siga Bahia Política  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram. Faça parte do nosso grupo no WhatsApp se preferir entre em nosso canal no Telegram.