24 de fevereiro de 2024

Bahia Política

Sem meias verdades

PF faz megaoperação contra Bolsonaro e aliados por tentativa de golpe

Foto: Reprodução/Adriano Machado/Reuters

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, ordenou que o ex-presidente Jair Bolsonaro entregasse seu passaporte em 24 horas, como parte de uma operação que investiga uma suposta tentativa de golpe de Estado para manter Bolsonaro no poder após sua derrota nas eleições de 2022.

A defesa de Bolsonaro confirmou a ordem, enquanto o ex-presidente está em sua casa de veraneio em Angra dos Reis (RJ), conforme informado pelo advogado Luiz Eduardo Kuntz, representante de um dos alvos da operação.

Além da entrega do passaporte, Moraes proibiu Bolsonaro de fazer contato com os investigados na operação, que foi deflagrada nesta quinta-feira (8). Entre os alvos das buscas estão aliados civis e militares do ex-presidente, incluindo altos oficiais das Forças Armadas e outros indivíduos próximos a ele.

A operação, que conta com 33 mandados de busca, 4 prisões preventivas e 48 medidas cautelares, ocorre em 10 estados brasileiros e no Distrito Federal. Segundo a Polícia Federal, os investigados são acusados de disseminar informações falsas sobre o sistema eleitoral brasileiro, com o objetivo de justificar uma intervenção militar.

A PF divulgou que o grupo investigado se dividiu em dois eixos: um responsável por propagar falsidades sobre uma suposta fraude nas urnas eletrônicas, e outro que praticava atos para viabilizar o fim do Estado Democrático de Direito, contando com o apoio de militares ligados a táticas e forças especiais.

Caso as condutas do grupo sejam confirmadas, podem ser enquadradas em crimes como organização criminosa, abolição violenta do Estado Democrático de Direito e golpe de Estado. A operação é baseada em delações, incluindo a de Mauro Cid, e investigações anteriores, e resulta em prisões e medidas cautelares contra militares ativos e ex-assessores de Bolsonaro. O Exército está colaborando com a Polícia Federal na execução dos mandados.