22 de fevereiro de 2024

Bahia Política

Sem meias verdades

PF nas ruas de Salvador, Camaçari e Dias D’Ávila

Foto; divulgação/PF

Nesta terça-feira (12), a Polícia Federal (PF), deflagrou a Operação Zenon em Salvador, Camaçari e Dias D’Ávila, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa envolvida na fraude de benefícios de aposentadoria por invalidez. A ação resultou na execução de oito mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão temporária e um mandado de condenação definitiva.

As investigações, iniciadas aproximadamente há três meses, revelaram a concessão fraudulenta de vários benefícios previdenciários mediante a inserção de dados falsos nos sistemas do INSS. Até o momento, foram identificados pelo menos 15 benefícios concedidos fraudulentamente. A PF ressalta que, apesar da implementação dos benefícios fraudulentos, o setor de monitoramento do INSS conseguiu bloquear os pagamentos a tempo, evitando saques das aposentadorias por invalidez.

Mesmo após os bloqueios, os fraudadores tentaram solicitar o desbloqueio dos pagamentos, a maioria dos quais geraria valores retroativos de aproximadamente R$ 70 mil cada. De acordo com o Ministério da Previdência, caso os benefícios fraudulentos não tivessem sido bloqueados, o prejuízo estimado poderia chegar a R$ 76 milhões, considerando os valores retroativos e os pagamentos mensais vitalícios a cada beneficiário.

Os envolvidos enfrentarão acusações que incluem Associação Criminosa, Inserção de Dados Falsos em Sistemas de Informações, Estelionato Previdenciário (modalidade tentada), com penas que, somadas, podem resultar em mais de 15 anos de prisão.

Siga Bahia Política  no Facebook  , no Twitter e também  no Instagram. Faça parte do nosso grupo no WhatsApp se preferir entre em nosso canal no Telegram.